,

Mantis

mantis


Biografia

Apesar de sua aparência alienígena, Mantis é filha do mercenário alemão e encarnação do signo de Libra – sim, na Marvel, há de tudo – Gustav Brandt e da vietnamita Lua Nguyen. Como não poderia deixar de ser, ela nasce durante a Guerra do Vietnã e, em meio à confusão e ao caos da guerra, o irmão de Lua, Khruul, os persegue e acaba matando Lua. Sentindo-se culpado pela morte dela, Brandt foge com a filha ainda bebê para o mosteiro dos Monges de Pama, onde a abandona e a deixa aos cuidados dos eremitas. Guardiões de uma obscura profecia que prevê o advento da Madonna Celestial que dará à luz ao ser mais poderoso do universo, Mantis é treinada em todas as artes marciais conhecidas e, quando é chegado o momento, também recebe os poderes telepáticos dos monges. Contudo, para que viva e conheça a vida que, como ser humana, lhe corresponde, sua memória é apagada aos 18 anos, e ela é expulsa do mosteiro.

 

 

Sem ter para onde ir em um Vietnã devastado, Mantis torna-se prostituta em um bordel da capital. Em um dos seus serviços, conhece Espadachim, um antigo membro dos Vingadores, e consegue fazê-lo recuperar a autoestima e voltar a fazer parte da equipe. A partir daí, começam as aventuras de Mantis, que a levarão a todos os cantos da Terra e da Galáxia, tanto por causa de seus poderes extraordinários quanto porque um dia dará à luz a um ser tão poderoso que muitos vilões do universo – e do multiverso – a perseguem com a intensão de ser o pai. Querendo ela ou não.

Personalidade

Levando em conta que é um personagem nascido no Vietnã, nos anos 70, que passa parte de sua vida em um bordel, não é de se surpreender que um dos aspectos fundamentais de sua personalidade seja a sensualidade e a sedução, voluntária ou involuntariamente. Durante o tempo em que passou no mosteiro, aprendeu Kung Fu, mas não as noções básicas da socialização humana – e o bordel não melhoraria sua inteligência emocional. Então, embora reconheça e perceba as emoções das pessoas a seu redor, geralmente não participa delas e pode até fazer o mal sem perceber. Ela é valente, sim, mas sem ser arrogante, embora seja ciente do quão poderosa é. Como curiosidade, podemos dizer que ela costuma falar na terceira pessoa.

Amigos e inimigos

Mantis é um personagem bastante utilizado no Universo Marvel, pois participou de batalhas com alguns dos seus heróis mais poderosos. Quando ajuda Espadachim a retornar para os Vingadores, ela mesma torna-se parte da equipe e, ao lado deles, derrota uma de suas primeiras ameaças, a aliança formada por Loki e Dormammu. Mesmo assim, no tempo em que passou com os Vingadores, sua dinâmica pessoal parece mais importante, pois, embora mantenha um relacionamento com Espadachim, se apaixona pelo Visão, algo que não agrada nem um pouco ao Espadachim e a Feiticeira Escarlate. E sabemos que deixar a Feiticeira Escarlate zangada é o mesmo que destruir a própria realidade.

O evento mais importante, no entanto, é a obsessão do viajante interdimensional Kang, o Conquistador, por ter um filho ou filha com Mantis e ser o pai do ser mais poderoso de todos os universos. Somente o sacrifício de um Espadachim magoado, mas que segue amando Mantis, consegue salvá-la das garras de Kang. Porém, seu trajeto não termina aí. Ela resgata os Vingadores da fortaleza do Colecionador, é importante na Guerra Infinita contra Thanos e ajuda o Senhor das Estrelas a formar os Guardiões da Galáxia.

O universo cinematográfico da Marvel

No universo cinematográfico da Marvel, Mantis será interpretada pela atriz Pom Klementieff, que estreia em Guardiões da Galáxia Vol. 2. Parece improvável que, desta vez, ela seja vietnamita. Na verdade, ela é a única habitante de Ego, o planeta vivo, interpretado por Kurt Russell – ele é um planeta e uma pessoa ao mesmo tempo, não se espante, a Marvel é assim – e seu encontro com os guardiões será repleto de situações cômicas, como pode ser visto no trailer. Mas para nós, é claro, pois não parece que Peter Quill – Chris Pratt – ache muita graça quando ela revela seu amor por Gamora – Zoe Saldana – na frente de todo o grupo. Já Drax – Dave Bautista – acha graça, e o relacionamento dos dois pode ser um dos mais ricos, já que o fortão também tem problemas para viver em sociedade.



Em todo caso, o certo é que a Marvel, como sempre, cuidará do material original com carinho, tentando adaptá-lo da melhor forma possível e, como o diretor James Gunn afirmou, Mantis retornará em Guardiões da Galáxia Vol. 3 – quem sabe até em outros filmes – então há tempo de sobra para explorá-la juntamente com seus inimigos. Se a Disney conseguir entrar em acordo com a Fox, Kang, o famoso inimigo do Quarteto Fantástico, pode aparecer nesse universo cinematográfico. Não custa nada pedir…

Poderes

No que diz respeito à força e velocidade, Mantis não tem nada de mais, além de seu treinamento nas artes marcial, mas seus poderes psíquicos devem ser levados em conta. Além de ser capaz de ler pensamentos com relativa facilidade, ela consegue sentir o fluxo de emoções entre as pessoas. Está certo que isso não é suficiente para vencer Thanos, mas é bem útil – ou nem tanto – numa equipe. Ela consegue se projetar astralmente – o que já bom – e, quando faz isso, seus poderes de pirocinese e, principalmente, sua relação com a biosfera e a vida vegetal aumentam a ponto de ser capaz de abranger todo um planeta. Deve ser ela quem cuida do jardim de Ego, o Planeta Vivo, em Guardiões da Galáxia Vol. 2. Por fim, ela tem total controle sobre seu corpo e pode se curar por mera força de vontade. Às vezes, ela também vê o futuro.

Radar de poder
  • 6.5/10
    Inteligência - 6.5/10
  • 7/10
    Força - 7/10
  • 9/10
    Resistência - 9/10
  • 6/10
    Habilidade - 6/10
  • 8.5/10
    Ataque à distância - 8.5/10
7.4/10

Resumo

Mais do que um clichê

Um detalhe que às vezes passa despercebido é que a Marvel Comics nasceu em 1939 e, consequentemente, tem heróis e vilões de todas as épocas e tipos. Mantis é representante dos anos 70 e da Guerra do Vietnã e, por isso, alguns aspectos do personagem podem parecer antiquados no século XXI, como sua sensualidade e submissão ao sexo masculino, seu destino em ter um filho ou sua vida manipulada pelos outros. Em todo caso, Mantis abre um mundo de possibilidades para a parte cósmica do universo cinematográfico da Marvel, e será muito divertido vê-la na companhia dos Guardiões.