, ,

Caveira Vermelha

Johann Schmidt

red skull


Biografia

Johann Schmidt, codinome Caveira Vermelha, ou der Rote Schädel em alemão (seu idioma nativo), teve uma infância extremamente difícil. A sua mãe, Martha, morreu no parto e o seu pai, Hermann, tentou matá-lo por considerá-lo responsável pela morte da sua esposa. Os seus anos de pobreza criaram um profundo ressentimento com a raça humana em geral, pela miséria em que vive, algo reforçado por um acontecimento que lhe marcará durante toda a vida. A rejeição de uma jovem judia por quem se apaixonara o leva a assassiná-la, causando-lhe enorme satisfação. Não é de se estranhar que nascido entre as guerras da Alemanha, o partido Nazista o tenha em sua mira na tentativa de transformá-lo no soldado perfeito. É Hitler quem o treina e o entrega uma máscara vermelha, dando origem a sua distintiva aparência.

Personalidade

O Caveira Vermelha é uma encarnação do racismo e da misantropia no Universo Marvel, além de exibir uma personalidade psicopática e megalomania desenfreada. Na verdade, não é por acaso que a sua primeira aparição nos quadrinhos aconteceu em Capitão América #1, em 1941, no auge da Segunda Guerra Mundial, como um estereótipo dos valores distorcidos da Alemanha Nacional Socialista. O seu objetivo é sempre o domínio do mundo, às vezes através de mecanismos arcanos, como o Tesseract, ou gigantes industriais como os robôs Hibernantes. No entanto, na maioria das vezes, Johann Schimidt é baseado nas mentiras e manipulações em nome do dividir e conquistar, estando atrás de algumas das muitas tramas que se passam durante o evento Guerra Civil.

[amazon_link asins=’849094508X,8490246548,8490248451′ template=’ProductCarousel’ store=’idamov-21′ marketplace=’ES’ link_id=’1cdb16b9-1069-11e7-a504-59eba873d599′]

Amigos e Inimigos

Todo herói é somente tão grande quanto o vilão que precisa enfrentar e, desde a sua criação, o destino do Caveira Vermelha é ser um inimigo a altura daquele que o Capitão América merece. Além disso, originalmente, a roupa de Steve Rogers, com suas estrelas e linhas da bandeira americana, é uma resposta direta ao terror que o Caveira Vermelha semeava pela Europa.

Como um paradigma de todo Super-vilão do universo Marvel, ele enfrentou todo o universo Marvel, em especial, as suas batalhas contra o diretor da S.H.I.E.L.D, Nick Fury, e suas batalhas recorrentes como um antagonista em Os Vingadores.

Os seus aliados incluem os seus lacaios Arnim Zola, para pensar, e Ossos Cruzados, para lutar. Além deles também estão: o alemão Wolfang von Strucker, fundador original da HYDRA, e o alemão Barão Zemo. Ainda assim, não é estranho se aliar imediatamente com outros vilões como Wilson Fisk ou Doutor Destino.



Universo Cinematográfico da Marvel

A única aparição, até agora, do Caveira Vermelha no MCU está no filme Capitão América: O Primeiro Vingador. Interpretado, de forma completamente brilhante, por Hugo Weaving, o filme o introduz como o chefe da organização esotérica paralela ao regime nazista, a HYDRA, e em posse do Tesseract, uma das joias do infinito, em 1945. Munido com o poder do Tesseract, e ao lado do seu lacaio Arnim Zola, Johann Schimidt pretende lançar um ataque ofensivo global de dominação mundial. Somente a intervenção do Capitão América e do Comando Selvagem, além do, aparente, sacrifício do melhor amigo de Steve, o Bucky Barnes, conseguem detê-lo. Embora não existam planos para o seu retorno, é certo que o MCU precisa de mais vilões como ele. No final das contas, como ele não morreu, mas “desapareceu” ao tocar no Tesseract com as suas próprias mãos, –como é comum para o personagem– a porta está aberta para o seu retorno.

[amazon_link asins=’B00JDDT2CM,B01IC0VKMG,B00F3U9MZG,B01EWVY7PG’ template=’ProductCarousel’ store=’idamov-21′ marketplace=’ES’ link_id=’fd14f94f-1069-11e7-b897-1d614703bdee’]

Poderes

Embora não seja dotado, a princípio, com qualidades sobre-humanas além do duro treinamento em combate corpo a corpo, combate a distância pela SS, e sua inteligência estratégica e política, o Caveira Vermelha é um inimigo especialmente malicioso e traiçoeiro. O seu gosto pela traição cristaliza-se em sua armadilha tradicional, um cigarro carregado com o veneno Dust of Death que, além de matar –bem mortos– os seus inimigos, transfere a eles as suas feições. Como se não fosse o suficiente, ele aperfeiçoou a técnica de clonagem, o que o permite transferir a sua consciência aos clones (incluindo um clone com os poderes do Capitão América), fazendo dele um inimigo praticamente imortal.

Resumo

“Megalomaníaco”

Não é apenas louco, como também deseja fazer da sua utopia perturbada a nova ordem mundial. Ele é especialmente desequilibrado e não resta um resquício de bondade em sua alma, permitindo-o lançar a sua vingança ao mundo sem arrependimentos. Não é possível esperar algo diferente de alguém que foi escolhido e treinado, pessoalmente, por Adolf Hitler. Se somarmos o seu grande conhecimento de tecnologia, misticismo e habilidade de produzir clones, o Caveira Vermelha se torna um dos vilões terrestres mais perigosos do Universo Marvel. Acima de tudo, jamais peça-lhe um cigarro.

[amazon_link asins=’B00KGYSE8U,B01MSDOMYI,B01MYFUCET,B000H4YNMU’ template=’ProductCarousel’ store=’idamov-21′ marketplace=’ES’ link_id=’28d07fcc-106a-11e7-a90b-3bf69e59d1cf’]